Exercícios – Blanca Varela

A poesia de Blanca Varela tem uma linguagem precisa, sua poesia não é uma viagem através de imagens etéreas, mas concisa e terrena. Por isso mesmo é seca e dolorosa, uma poesia que vai da dor a dor mais profunda.
Blanca Varela é, sem dúvida, uma das figuras centrais da poesia peruana do último século.
Espero que o Brasil um dia abra os olhos para a grandeza da poesia latino-americana.
Enquanto isso, eu sigo fazendo minha parte.

Exercícios

Blanca Varela
Tradução: Débora Andreza Zacharias

I

Um poema
como uma grande batalha
me arremessa nesta areia
sem mais inimigos senão eu

eu
e o grande ar das palavras

II

mente a nuvem
a luz mente
os olhos
os enganados de sempre
não se cansam de tanta fábula

III

teimoso azul
ignorância de estar na pupila alheia
como deus no nada

IV

penso em asas de fogo em música
mas não
não é isso o que temo
mas o brutal julgamento da luz

Fontes:
Ejercicios
Poetas del fim del mundo

Conheça outras mulheres importantes da literatura em Mulheres de Letras.
Inúmeras mulheres levaram as letras em seu sangue
e também o derramaram por elas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s