Italiano: expressões idiomáticas

Os italianos tem como característica recorrer muito à expressões idiomáticas na sua fala diária, o que pode tornar a compreensão mais difícil para quem não está familiarizado com elas. Coloquei aqui alguns exemplos dos “modi di dire” italianos. Esse é um assunto para vários posts… mas vamos começar aos poucos. Até mais.

A buon mercato: a baixo peço; no sentido figurado pode significar facilmente, sem esforço. “Avete questo libro a buon mercato?”.

E via cantando…: é uma espécie de interjeição como “eccetera” (etcetera) e “cosí via” (assim segue, continuando), que acrescenta um aspecto de continuidade.

Far ridere il polli: falar, agir ou se comportar de forma extremamente ridícula a ponto de fazer rir até quem não tem essa capacidade, no caso, galos e galinhas. Também há as variantes “Far ridere i sassi (rochas)” e “Far ridere le pietre (pedras).”

Far quattro chiacchiere: bater papo, conversar. Também pode ser entendido como falar sobre um determinado assunto com certa discrição. “Domani faremo quattro chiacchiere prima della cena.”

Levarsi dalla testa o Togliersi dalla testa: tirar uma ideia da cabeça, renunciar a um sonho ou a um projeto muito ambicioso. “Non mi toglierò mai dalla testa questa música.”

Mangiare a quattro palmenti: comer muito rapidamente, com voracidade e em uma quantidade grande. “Palmento” é cada uma das duas rodas que trituram os grãos em um moinho, portanto “quatro palmenti” está aí para a confirmar a voracidade com que se come. Exemplo:  “Le signore […] mangiavano a quattro palmenti pasticcini, marron-glaces, tartine col prosciutto” ( Massimo Bontempelli , Como 1878 – Roma 1960)

Nascere con la camicia: quem já nasce vestido é alguém com muito boa sorte. Essa expressão remete a uma tradição medieval na qual as crianças que nasciam ainda envolvidas com a placenta seriam pessoas afortunadas. Também se pode ouvir a expressão: “La bambina è nata vestita.” 

Non vale un fischio: não vale nada, não vale nem o esforço que se faz ao assobiar para chamar alguém. “Fischio” é um assobio.

Prendere in giro: tirar um sarro de alguém. “Sento che sei venuta solo per prendere in giro il mio abbigliamento.”

“Parlare arabo”: no sentido figurado, falar de forma incompreensível, não se explicar claramente ou falar de uma maneira muito difícil; aqui no Brasil dizemos “falar grego” quando não entendemos nada do que se diz. Também podemos ouvir “Parlare cino”. “Pareva parlare cino, non lo comprendeva mai.”

Fontes:

Treccani
Dizionario dei Modi di Dire – Corriere della Sera
Zen, Dimitrj. Il piccolo manuale delle frasi fate della lingua italiana. Editora Hucitec – 2009

5 comentários sobre “Italiano: expressões idiomáticas

    1. Olá, Lucas. Costumo usar dicionários online, que estão sempre sendo atualizados. Creio que seja a melhor opção. Na categoria Toque de Tradutora>Ferramentas de um tradutor, eu dou o exemplo de alguns dicionários. Talvez seja útil. Até mais.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s